GERBIL - ALOJAMENTO

 Ao escolher o alojamento é preciso lembrar das características dos gerbils.

Eles precisam viver em pares ou grupos e para isso o alojamento tem que ter um bom tamanho.  O tamanho médio para 2 gerbils é de pelo menos 50x40cm.

E é preciso lembrar também que os gerbils têm o instinto de cavar e adaptar o alojamento para que eles possam fazer isso.

Podem ser usadas:

Gaiolas para Roedores

São ventiladas e tem uma grande variedade de tamanhos e modelos. Mas precisam ter bandeja ou algum espaço onde possa ser colocado substrato suficiente para escavarem sem que joguem tudo pra fora da gaiola.

As grades facilitam a colocação de acessórios como rodas e bebedouros, mas alguns gerbils têm a tendência de roer as grades podendo até causar falta de pelos no focinho e retirada de tinta das grades.

Os gerbils não podem pisar em grades por isso gaiolas com grades no piso e que não possam ser retiradas não servem para esses bichinhos.  E as bandejas precisam ser plásticas e não metálicas.

Gaiolas com mais partes plásticas costumam ser mais resistentes a destruição por terem menos grades, mas é importante verificar se a ventilação é boa. Outro beneficio desse tipo de gaiola é que normalmente possuem mais espaço para a colocação do substrato sem que ele caia para fora ao ser escavado. Mas costumam ser mais caras que as com mais grades.

 

 

Terrários
 

Podem ser feitos a partir de aquários. É preciso adaptar uma tela na parte de cima para evitar fugas, mas sem atrapalhar a ventilação.

É necessário fazer algumas adaptações para colocar os acessórios já que não há grades para fixá-los.  Mas são uma ótima opção para que os gerbils tenham bastante substrato para cavar e se divertir sem jogar tudo para fora do alojamento. Só é preciso lembrar que quanto maior for o terrário, mais pesado ele será e conseqüentemente mais difícil de transportar para fazer a limpeza.

 

Caixas organizadoras

São uma opção interessante desde que você tenha disposição e criatividade pra preparar o alojamento.  É necessária pelo menos uma caixa organizadora grande e transparente e a colocação de telas para ventilar e evitar fugas. O espaço pode crescer com o uso de mais de uma caixa unida à outra por tubos de PVC.  É possível fixar acessórios como rodas e bebedouros fazendo furos no plástico.  E é importante prestar atenção se não existem arestas que possam ser roídas.

 

 

 Mistura de gaiola com terrário ou caixa organizadora ou aquário

Essa é uma opção mais recente criada como alojamento para gerbils. É preciso uma gaiola sem fundo e uma caixa organizadora ou aquário no tamanho certo para ser encaixado como fundo da gaiola.

Esse tipo de alojamento costuma ter melhor ventilação que apenas o aquário ou a caixa organizadora.

Na parte inferior é possível colocar grande quantidade de substrato para ser escavado e na parte superior fica mais fácil colocar acessórios como rodas e bebedouros presos as grades.

O maior inconveniente costuma ser conseguir uma caixa ou aquário que se encaixe perfeitamente e em alguns casos acaba sendo necessário um aquário feito sob medida.

Acessórios

 

Bebedouro

Precisam ser do tipo garrafa ou “mamadeira” com bico metálico.  Se o corpo do bebedouro for de plástico ele precisará ficar por fora da gaiola para não ser roído. Para ser colocado dentro da gaiola é preciso que seja de vidro.

Comedouro

Os melhores são os de barro, metal ou louça para não serem logo destruídos a dentadas.

Casinha ou toca

Dão segurança aos bichinhos e são muito apreciadas por eles. Podem ser de madeira atóxica e com o tempo é normal ter que substituí-las por serem roídas.

Roda de exercícios

É um acessório que eles costumam gostar e usar muito, mas é preciso que tenha o fundo fechado, sem espaços onde o rabo ou até as patas possam ficar presos.

Brinquedos

 

Como roem tudo, os brinquedos de madeira que podem ser roídos e são uma ótima opção. Outras coisas que eles também adoram são túneis, pontes e esconderijos.

Substrato

É um componente importante no alojamento porque além de servirem para absorver a urina, também são usadas pelos gerbils para escavar e para colocar no ninho.

Dependendo do tipo de alojamento é possível colocar no fundo uma camada de 10 a 15 cm de substrato para ser escavado.

A escolha do substrato depende de fatores como custo, tamanho do alojamento, facilidade de encontrar o produto, capacidade de absorção e praticidade.

 

Areia Sanitária de gatos

 Absorve bem a urina, mas como é feito de material argiloso, quando muito molhado se transforma em lama. Raramente causa alergias ou são ingeridos por gerbils.

Não utilizar granulados perfumados ou a base de sílica.

 

Granulado Sanitário de madeira

 Considerados uma excelente opção, pois são leves, absorventes e agradáveis para escavar. Não causam alergia e são biodegradáveis podendo ser jogados no vaso sanitário.

 

Papel higiênico 

Boa opção para ninhos, mas fica logo ensopado de urina e precisa ser trocado com freqüência

 

Granulado de celulose

Ótima opção para absorver a urina e para ser cavado por ser leve e absorvente.

 

Feno

Não absorve bem a urina, mas é ótimo para ninhos e parte da alimentação auxiliando no desgaste dos dentes. Pode ser utilizado com outro substrato.

 

Maravalha

Absorve menos a urina e logo fica unida, mas é agradável para ser escavado. Tem baixo custo, mas precisa ser específica para roedores. Nunca utilize maravalhas vendidas ou doadas por madeireiras. Podem conter substancias tóxicas como verniz, tinta ou serem de madeiras impróprias para roedores. Pode ser utilizada misturada a outro substrato.

 

Jornal

Pode ser tóxico devido à tinta. Não deve ser usado e não absorve bem a urina.

 

 

Dra. Anna Carolina G. Neves 

Médica Veterinária

   CRMV 13614

 

Siga a Roedores e Coelhos nas mídias sociais

Vamos compartilhar informações e nosso amor por mini pets!