fevereiro 24, 2017

CHINCHILA COMPLETO

CHINCHILA

As chinchilas são roedores muito conhecidos pela beleza de sua pelagem, mas algumas características como sua docilidade, longevidade e aspecto.

São animais muito limpos, quase não exalam cheiro e são silenciosos.

Sua pelagem muito densa, além de dar uma aparência fofa ao bichinho, é muito agradável ao toque.

As orelhas são compridas e arredondadas, as patas dianteiras são mais curtas e as traseiras compridas, o que favorece a grande impulsão no salto. A cauda mede em média 10 centímetros e apresenta pelos mais curtos, espetados e duros.

Pesam entre 500 e 800 gramas. As fêmeas são maiores que os machos.

Comem segurando o alimento com as patinhas dianteiras.

Apesar da cor original das chinchilas ser a cinza, o que facilitava sua camuflagem, atualmente há uma grande variedade de cores como bege, preto, branco e violeta.

São animais inicialmente tímidos, mas que se apegam muito aos tutores e adoram interagir e receber carinho.

 

ORIGEM

As chinchilas são roedores originários das cordilheiras dos Andes no Chile. Essa região tem um clima desértico e bastante rigoroso. As noites são muito frias e os dias muito quentes e os índices de umidade são muito baixos.

Chinchila Selvagem

Inicialmente sua pele era utilizada pelos nativos para fazer roupas.   E depois passaram a ser caçadas em grande quantidade para que sua pele fosse vendida para confeccionar vestuário. Essa caça desenfreada causou a extinção da , Chinchilla Real, e à escassez da Chinchilla Lanigera e Chinchilla Brevicaudata.
No inicio do século 20 iniciaram as primeiras criações de chinchilas para produção de pele.

Existem relatos de chinchilas criadas como animais de estimação a partir de 1960.

 

Origem do nome

E porque são chamados de chinchilas?

Chinchila significa literalmente Pequena Chincha. Chinchas são como são chamados os nativos dos Andes que se vestiam com roupas feitas com os pelos deste animal.

 

 

ALOJAMENTO

 

Gaiolas e Viveiros

As chinchilas dormem boa parte do dia e é a noite que ficam mais ativas.

O alojamento é muito importante porque mesmo que você solte para brincar seu bichinho todos os dias, durante a noite ele estará mais ativo e você não irá passar a noite inteira brincando com ele. Então é preciso que o alojamento tenha espaço suficiente para que ele, pule e brinque em segurança.

Quanto maior, melhor.

O alojamento ideal precisa ter vários andares com plataformas.  As chinchilas são ótimas saltadoras e se divertem saltando.

Já existem no mercado gaiolas próprias para elas que têm algumas prateleiras para estas saltarem de um lado para o outro.

Também é possível fazer um viveiro para elas.

O ideal é que as plataformas sejam confortáveis para as patinhas da chinchila. Se forem de madeira normalmente serão roídas e precisarão ser substituídas após algum tempo.

Gaiolas com grades no piso podem ser perigosas. Não é raro uma chinchila prender a patinha e ao tentar se soltar ou pular causar uma fratura.

 

Acessórios

Tocas

São muito importantes para dar segurança e tranqüilidade para os bichinhos dormirem.

Podem ser colocadas das prateleiras ou penduradas nas grades.

Existem modelos em madeira e galvanizados.

Existem também tocas climatizadas que possuem um compartimento ou é colocado gelo químico para manter a toca com temperatura agradável. São excelentes no verão e em região de clima quente.

 

Brinquedos

As chinchilas adoram brinquedos em seu alojamento.

É possível colocar brinquedos de madeira para roerem, túneis, redes, balanços, pontes, entre outros.

Bebedouros

Devem ser do tipo garrafa para evitar que a água seja contaminada por sujeira. E precisam ser colocadas do lado de fora da gaiola, apenas com o bico para dentro de forma que as chinchilas consigam beber a água, mas sem roer o corpo do bebedouro. E o bico precisa ser metálico, dessa forma o bichinho não consegue estraga-lo

Potes para água não são uma boa opção porque podem virar, molhar o alojamento e o animalzinho.

 

Comedouro

Precisam ser pesados de materiais como barro ou porcelana para que o bichinho não consiga vira-los.

 

Banheira

Pode ser aberta ou fechada. Utilizada para o banho de pó.

 

Banheiro

Algumas chinchilas aprendem a utilizar banheiros para roedores.

 

Porta-feno

Pode ser utilizado para evitar o feno espalhado pelo alojamento e também como uma forma de fazer com que o bichinho de ocupe pegando o feno.

 

Substratos

Maravalha: Apesar de ser uma opção barata, não absorve muito bem a urina e precisa ser trocada com freqüência para que o alojamento não fique úmido.

 

Granulado de madeira: Absorve bem o odor e a urina e pode ser descartado no vaso sanitário.

 

Granulado de celulose: Um pouco mais caro que o de madeira, mas também absorve bem a urina e o odor.

 

 

 Localização do alojamento

As chinchilas são muito sensíveis ao calor e por isso é preciso escolher um local fresco e arejado para o alojamento. O local deve receber luz, mas não sol direto.
Como dormem durante parte do dia preferem um local tranqüilo e silencioso sem a passagem freqüente de pessoas.

 

 

ALIMENTAÇÃO

Chinchilas são herbívoros e possuem um sistema digestivo sensível.

Por serem animais originários de clima desértico são adaptados a uma alimentação com menor teor de umidade.

 

A dieta ideal para as chinchilas consiste em:

20 gramas de ração peletizada específica para chinchilas 2 vezes ao dia.

Feno sempre disponível no alojamento.

Alfafa em rama diariamente para filhotes, gestantes e fêmeas amamentando e 2 a 3 vezes por semana para chinchilas a partir de um ano de idade.

Suplemento específico para chinchilas,1 colher de sopa 2  a 3 vezes por semana.

Petiscos em pequenas quantidades 2 a 3 vezes por semana.

Água limpa e fresca a vontade.

 

Ração: Sempre ofereça rações peletizadas ( com grãos em forma de bastões) próprias para chinchilas.

Não utilize rações que contenham grãos como sementes de girassol, amendoim ou milho.

Apenas 30 a 40 gramas de ração divididas em 2 porções diárias são suficientes para uma chinchila. A ingestão de ração em excesso, além de engordar, pode causar problemas intestinais.

Remova diariamente a ração que não for consumida.

Uma chinchila adulta irá consumir em média 1 quilo de ração por mês.

Quando precisar trocar a marca de ração, substitua gradativamente misturando pequenas quantidades da arca nova a já utilizada e vá aumentado a quantidade até fazer a troca totalmente. Isso evita o risco de diarréias.

 

Feno:O feno de capim deve ser oferecido diariamente. Ele tem grande importância na alimentação das chinchilas por ser uma excelente fonte de fibras. A mastigação do feno auxilia no desgaste dos dentes e sua ingestão estimula o bom funcionamento intestinal e a eliminação de pelos acumulados no estomago e intestinos.

 

Alfafa:É rica e cálcio e proteínas e por isso é essencial na alimentação de filhotes, gestantes e fêmeas amamentando e por isso deve ser oferecida diariamente para eles. Já para chinchilas a partir de 1 ano deve ser oferecida apenas 2 a 3 vezes por semana devido a grande quantidade de cálcio.

 

Suplemento: É composto por cereais e utilizado como complemento da alimentação. Encontrado a venda já pronto e balanceadode acordo com as necessidades nutricionais da chinchila.

Ofereça 1 colher de sopa 2  a 3 vezes por semana. Oferecer o suplemento em grande quantidade pode causar obesidade e diarréia.

 

Petiscos: Utilizados apenas como um agrado ou até para treinamento como no caso de atrair a chinchila solta para voltar para a gaiola.

Pode–se oferecer frutas secas como maça, ameixa e uva passa e biscoito de proteína de soja. Mas sempre em pequenas quantidades e com pouca freqüência.

 

 Água: A água deve estar sempre limpa, fresca e disponível. Ofereça água filtrada ou mineral em bebedouros específicos para chinchilas fixados na parte externa da gaiola para evitar que sejam roídos e vazem.

 

 

COMPORTAMENTO

São roedores muito ativos, dóceis, de hábitos noturnos e que precisam de exercícios regulares. Por isso precisam ser soltas pra se exercitarem. Mas é sempre importante que sejam monitoradas ao ser soltas para evitar acidentes como roer fios, sofrer quedas ou derrubar coisas. E para solta-las também é preciso verificar se não há risco de fugas.

Como são ótimos escaladores podem subir facilmente em uma janela aberta e sofrer uma queda.

Ao serem confinadas sem se exercitarem por longos períodos costumam apresentar problemas comportamentais.

Ao contrario do que muitos imaginam, chinchilas nem sempre vivem bem em grupos.

As fêmeas são dominantes e podem brigar por seu território com outras fêmeas ou até com machos até a morte.

Para conviverem bem é preciso serem adaptados  e a boa adaptação também depende do temperamento de cada individuo.

Mesmo animais que vivem juntos podem começar a brigar ao se tornarem adultos.  Isso também vale para casais.

Por isso é muito importante conhecer  o comportamento de cada individuo e só mante-los juntos quando tiver certeza que não há risco de brigas.  E ao perceber sinais de agressividade entre eles, separe imediatamente.

São animais que interagem muito bem com as pessoas, reconhecem seus tutores e gostam de carinho.

 

HIGIENE

As chinchilas são animais muito limpos. Não gostam de ambientes sujos e nem de ficar sujas

Por causa de sua pelagem densa e as suas características de animal de clima desértico não deve ser molhado. Por isso não pode tomar banho com água e xampu.

Devido as características de seu local de origem as chinchilas se adaptaram para utilizarem algumas formas de pó ou areia para fazer sua higiene.

O “banho de pó” retira a gordura e as sujeiras da pelagem.

 

 O que utilizar como pó de banho?

O pó de banho para chinchilas é facilmente encontrado a venda.

Existem 2 opções de produto:

Pó de carbonato de cálcio: O mais fácil de ser encontrado. Tem o preço mais baixo, mas por se um pó bem fino se espalha mais facilmente pelo alojamento.

O pó não pode ser perfumado para evitar alergias e irritações nos olhos e vias respiratórias.

Areia calcárea: Um pouco mais difícil de ser encontrada, mas também é muito eficiente com grande poder de absorção da gordura do corpo. E sua maior vantagem é não soltar pó e por isso ser indicada para chinchilas onde existem pessoas alérgicas em casa.

 

A Banheira

Existem diversos modelos de banheira. As mais fechadas costumam ser as preferidas dos tutores porque evitam que ao rolar a chinchilas espalhe o pó pelo alojamento

 E qual freqüência e o tempo do banho?

Não existe uma regra fixa para a freqüência de banhos. O clima da região onde o animalzinho vive também influencia nisso. Quanto mais úmido o clima, mas freqüentes devem ser os banhos. Em média o banho costuma ser utilizado 3 a 4 vezes por semana.

A banheira  com o pó de banho deve ser deixada disponível  para o banho por 10 a 15 minutos.   Esse é o tempo é suficiente para a higienização da pelagem.

Deixar o banho a disposição por muito tempo pode fazer com que a chinchila, além de espalhar o pó pelo alojamento,  urine e defeque no local desperdiçando o produto que terá que ser jogado fora.

E o excesso de uso do pó pode acabar causando ressecamento no focinho, orelhas, patas e mucosas, além de irritação nos olhos.

Ao parirem as fêmeas devem ficar sem acesso ao pó de banho por 10 dias.

Caso a chinchila não urine e nem defeque no pó ele poderá ser reaproveitado para o próximo banho, mas ao perceber que o pó está se tornando úmido ou com aparência pesada, é o momento de descarta-lo e colocar um novo.